Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Polícia investiga posto de combustíveis por cobrar serviço não solicitado por cliente em Cachoeirinha   I    Assalto a mão armada com uso de reféns é registrada em Iraí   I    Polícia flagra motorista com agrotóxicos argentinos em Ijuí   I    Ciclone Yakecan já deixa um morto e um desaparecido   I    Familiares identificam jovem vítima de acidente de motocicleta em Bozano.
6 de março de 2022

VÍDEO – Prédio da SSP é implodido em Porto Alegre

Quase oito meses após o incêndio de grande proporção, uma operação especial com artefatos explosivos implodiu o prédio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), neste domingo, em Porto Alegre.

Por se tratar de uma operação com 200 quilos de explosivos, medidas de prevenção foram adotadas desde a noite de sábado. Dentre elas, a evacuação dos imóveis em um raio de 300 metros, incluindo a Rodoviária da Capital e três estações da Trensurb.

A circulação de pessoas e o retorno dos moradores aos imóveis será liberada a partir das 12h, assim que a perícia avaliar não haver perigos por conta da fumaça, incêndios e outros riscos. Enquanto isso, o Terminal Conceição seguirá servindo como uma rodoviária temporária. Ao todo, estão previstas 54 saídas e 30 chegadas em Porto Alegre nesse intervalo.

Em relação ao Trensurb, as estações São Pedro, Rodoviária e Mercado não abriram na manhã de domingo. Os embarques e desembarques mais próximos do Centro ocorreram na Estação Farrapos. Para atender os cerca de 10 mil usuários que utilizam o trem neste período, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) disponibilizou um ônibus para passageiros da estação Farrapos até a estação Mercado.

A implosão – que teve custo de R$ 3,15 milhões – envolveu 28 instituições públicas e privadas. A empresa responsável pela demolição da edificação comprometida é a mesma que realizou o serviço no antigo presídio do Carandiru e no Palace II.

Próximos passos

O próximo passo para a limpeza do local será a retirada dos entulhos estimados em 20 mil toneladas. Os engenheiros envolvidos na operação acreditam que essa etapa seja realizada no prazo de um mês e que não deva provocar transtornos à população. A estrutura colapsada será agora envolta, do térreo até o quarto andar, com quatro camadas de telas de proteção reforçadas para evitar que eventuais detritos escapem.

Já o terreno, situado na região central da cidade, não tem ainda um destino definido. Conforme o vice-governador e titular da pasta da Segurança Pública do Estado, Ranolfo Vieira Júnior, as opções são a construção de um novo prédio para a SSP no local ou então realizar uma permuta, onde quem assumir a área construirá uma nova sede para a pasta em outro ponto.

Relembre o caso

As chamas no prédio da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul iniciaram na noite de 14 de julho de 2021. No momento, entre 40 e 50 servidores estavam no local trabalhando, mas todos conseguiram deixar o edifício. Eles atuavam no Departamento de Comando e Controle Integrado (DCCI), setor que funciona 24h por dia.

Durante o incêndio de grande proporções, que provocou desabamentos e um grande volume de fumaça, dois bombeiros morreram.

Fonte: Correio do Povo
Foto: Ricardo Giusti

 

Notícias Relacionadas

  • Adolescente é suspeito de matar o i...

    24 de maio de 2022
  • Polícia investiga posto de combustí...

    21 de maio de 2022
  • Assalto a mão armada com uso de ref...

    21 de maio de 2022
  • Polícia flagra motorista com agrotó...

    17 de maio de 2022

NOTÍCIAS

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados