Taxista é morto com golpes de faca – – Santo Augusto Urgente –
Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Subiu para 35 o número de pacientes com Covid-19 que morreram em Santa Catarina enquanto aguardavam por leitos especializados para a doença, seja em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ou enfermaria. As mortes ocorreram de fevereiro até esta terça-feira (2), segundo assessoria de hospitais e de prefeituras de cidades do Oeste e o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-SC). Até a publicação desta reportagem, às 19h14, o G1 havia confirmado a morte de 28 pacientes no estado esperando por um leito. Porém, às 20h o Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, confirmou mais sete vítimas, sem detalhar o dia de fevereiro em que ocorreram as mortes. O número total de vítimas foi atualizada às 20h30. Os hospitais destacaram que, mesmo quando não há vaga em UTI, as pessoas que chegam às unidades hospitalares recebem atendimento, mesmo em outras alas. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou nesta terça que deve transferir pacientes para o Espírito Santo. Segundo a pasta, os pacientes devem ser transportados individualmente, em dois voos diários, para uma unidade de saúde na região metropolitana de Vitória onde foram disponibilizados 16 leitos. Esta é a primeira vez, desde o início da pandemia, que Santa Catarina transfere pacientes com Covid-19 para outros estados. A maioria dessas mortes de pacientes à espera de leitos para Covid ocorreu na região Oeste. Em Chapecó, 12 pessoas morreram em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), onde aguardavam transferência para hospitais, segundo a prefeitura. Em Xanxerê, foram 15 mortes no Hospital Regional São Paulo. As três vítimas mais recentes foram uma mulher de 39 anos sem comorbidades; um idoso de 61 anos; e uma mulher de 61 anos que estava internada desde 22 de fevereiro. Todos estavam na emergência aguardando um leito de UTI. Houve seis mortes de pacientes que aguardavam transferência no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste. A unidade informou que as pessoas que não conseguiram vagas eram tratadas no pronto-socorro e entubadas, se necessário. A morte mais recente ocorreu nesta terça, de um idoso de 72 anos. Em Maravilha, uma mulher de 61 anos que aguardava por um leito de UTI no Hospital São José morreu na madrugada desta terça. Ela morava na cidade vizi...   I    Morador de Três de Maio vai para a UTI com Covid-19 um dia após reclamar de atendimento   I    Morre jovem que havia sido vítima de acidente de moto no centro de Três Passos   I    Padre que assaltou comércio alega momento de loucura e celebrou missa de velório em Passo Fundo horas antes   I    Jovem de 28 anos morre de Covid-19 em Fontoura Xavier um dia após seu avô também falecer pela doença
10 de maio de 2018

Taxista é morto com golpes de faca

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de latrocínio na investigação sobre a morte do taxista Gilmar Serafini, 59 anos, em Lajeado, no Vale do Taquari, na madrugada desta quinta-feira (10). De acordo com o delegado Dinarte Marshall, não foram encontrados o dinheiro, a carteira e o celular da vítima, o que reforça que ela pode ter sido morta por assaltantes.

O taxista foi localizado deitado ao lado do seu carro de trabalho, um Voyage, na altura do quilômetro 351 da BR-386, por volta de 1h30min. A primeira autoridade a chegar ao local foi a Brigada Militar, que ainda o encontrou com vida. Os PMs solicitaram o serviço do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas a vítima morreu a caminho de um hospital.

Perícia realizada pelo Instituto-Geral de Perícias (IGP) detectou um alto número de facadas, que atingiram a vítima no rosto e no seu peito. Após analisar as manchas de sangue, os peritos informaram aos policiais que acreditam que o taxista estava no banco do carona do veículo quando foi atingido pelos golpes.

Conforme o delegado, o taxista havia sido visto antes disso começando uma corrida com três homens que saíram de um bailão em Lajeado. Colegas de profissão da vítima informaram que ele não conhecia as pessoas, e que estava na fila aguardando para pegar quem necessitasse o serviço.

A Polícia Civil já realizou diligências preliminares na investigação. O delegado Marshall considera fundamental identificar e interrogar os três homens que pegaram corrida com o taxista antes de ele ser encontrado morto. O policial diz ser ainda cedo para tratá-los como suspeitos do crime.

Serafini completaria 60 anos no dia 5 de junho. Ele era um dos taxistas mais antigos de Lajeado. Durante a apuração no local do crime, diversos colegas de profissão da cidade acompanharam o trabalho da polícia. Eles prometem um protesto para esta quinta pedindo por segurança.

Fonte: GauchaZH

Santo Augusto Urgente

Notícias Relacionadas

  • Idosa de Inhacorá vai a óbito enqua...

    3 de março de 2021
  • Subiu para 35 o número de pacientes...

    3 de março de 2021
  • Jovem de 28 anos morre de Covid-19 ...

    2 de março de 2021
  • Médico de Toledo é espancado após a...

    1 de março de 2021

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados