Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Subiu para 35 o número de pacientes com Covid-19 que morreram em Santa Catarina enquanto aguardavam por leitos especializados para a doença, seja em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ou enfermaria. As mortes ocorreram de fevereiro até esta terça-feira (2), segundo assessoria de hospitais e de prefeituras de cidades do Oeste e o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-SC). Até a publicação desta reportagem, às 19h14, o G1 havia confirmado a morte de 28 pacientes no estado esperando por um leito. Porém, às 20h o Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, confirmou mais sete vítimas, sem detalhar o dia de fevereiro em que ocorreram as mortes. O número total de vítimas foi atualizada às 20h30. Os hospitais destacaram que, mesmo quando não há vaga em UTI, as pessoas que chegam às unidades hospitalares recebem atendimento, mesmo em outras alas. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou nesta terça que deve transferir pacientes para o Espírito Santo. Segundo a pasta, os pacientes devem ser transportados individualmente, em dois voos diários, para uma unidade de saúde na região metropolitana de Vitória onde foram disponibilizados 16 leitos. Esta é a primeira vez, desde o início da pandemia, que Santa Catarina transfere pacientes com Covid-19 para outros estados. A maioria dessas mortes de pacientes à espera de leitos para Covid ocorreu na região Oeste. Em Chapecó, 12 pessoas morreram em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), onde aguardavam transferência para hospitais, segundo a prefeitura. Em Xanxerê, foram 15 mortes no Hospital Regional São Paulo. As três vítimas mais recentes foram uma mulher de 39 anos sem comorbidades; um idoso de 61 anos; e uma mulher de 61 anos que estava internada desde 22 de fevereiro. Todos estavam na emergência aguardando um leito de UTI. Houve seis mortes de pacientes que aguardavam transferência no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste. A unidade informou que as pessoas que não conseguiram vagas eram tratadas no pronto-socorro e entubadas, se necessário. A morte mais recente ocorreu nesta terça, de um idoso de 72 anos. Em Maravilha, uma mulher de 61 anos que aguardava por um leito de UTI no Hospital São José morreu na madrugada desta terça. Ela morava na cidade vizi...   I    Morador de Três de Maio vai para a UTI com Covid-19 um dia após reclamar de atendimento   I    Morre jovem que havia sido vítima de acidente de moto no centro de Três Passos   I    Padre que assaltou comércio alega momento de loucura e celebrou missa de velório em Passo Fundo horas antes   I    Jovem de 28 anos morre de Covid-19 em Fontoura Xavier um dia após seu avô também falecer pela doença
28 de junho de 2018

Polícia revela detalhes do assassinato ocorrido em Santo Augusto

A Polícia Civil de Santo Augusto, divulgou maiores detalhes sobre o assassinato ocorrido na madrugada da última segunda feira.

A vítima, Bruna Daniele Pereira, de 29 anos, foi assassinada a golpes de faca em via pública, na Rua Hilário Bertolo, bairro Santo Antônio.
Após o crime, o autor fugiu do local. Dois dias depois, na quarta-feira, 27, à tarde, se apresentou à polícia e confessou o crime. Comprovando o que familiares já afirmavam, trata-se do ex-marido de Bruna. Um homem de 37 anos com quem ela tinha uma filha de um ano.
Após prestar depoimento, o indivíduo foi encaminhado ao Presídio Estadual de Três Passos, devido a um mandado de prisão temporária expedido pela Comarca de Santo Augusto.
Nesta quinta-feira, a Polícia Civil divulgou detalhes de como o crime teria ocorrido. Segundo o Delegado Roberto Fagundes Audino, o assassino teria dito que sabia da existência de uma Medida Protetiva, que o impedia de se aproximar de Bruna, porém, encontrou a vítima em um bar bebendo com amigos, esperou ela sair e ao abordá-la para conversar, foi ofendido e agredido, momento em que utilizou a arma branca para se defender, mesmo estando à vítima desarmada.
De acordo com a polícia, no laudo do Instituto Médico Legal – IML consta que a vítima foi alvo de dois ferimentos, sendo um na altura do peito que perfurou o pulmão e causou hemorragia – motivo da morte -, e outro ferimento no pescoço.
O homem, que não teve a identidade revelada pela polícia, tinha antecedentes criminais por violência física desde o ano de 2010, quando ainda residia em Coronel Bicaco. Natural do Campo Santo, atualmente ele morava no bairro Tiradentes, em Santo Augusto, com um filho de sete anos – de outro casamento -, e trabalhava com serviços gerais em granjas.
A prisão temporária tem duração de 30 dias. A Polícia Civil segue o trabalho investigativo para concluir o Inquérito Policial.

Fonte: Departamento de Jornalismo Rádio Querência
Foto: Polícia Civil
Santo Augusto Urgente

Notícias Relacionadas

  • Brigada Militar dispersa aglomeraçã...

    28 de fevereiro de 2021
  • TV é furtada do Hospital de Santo A...

    28 de fevereiro de 2021
  • Vídeo: Jovem é encontrado morto em ...

    23 de fevereiro de 2021
  • Brigada Militar presta apoio a Fisc...

    21 de fevereiro de 2021

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados