Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Polícia prende suspeito por prostituição infantil em bar de Lajeado   I    Jovem furta motosserra para trocar por drogas e é preso em Ijuí   I    Apenada é encontrada morta na penitenciária modulada de Ijuí   I    Homem é preso escondido em lixeira após perseguição em Porto Alegre   I    IJUÍ: Suspeito é investigado por adotar gatos em redes sociais e depois estrangular até a morte
24 de julho de 2019

PM mata companheira dentro de casa em Capela de Santana, diz polícia

Uma mulher, de 29 anos, morreu após levar um tiro dentro de casa na madrugada desta quarta-feira (24) em Capela de Santana, na Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a Brigada Militar, o disparo partiu da arma do próprio companheiro, que é policial militar. Ele alegou, informalmente, à polícia que atirou contra a mulher por engano.

“A casa estava às escuras. Achou que fosse alguém dentro da casa, gritou, ninguém falou, achou que fosse um bandido”, relata o coronel Vitor Hugo Konarzewski, comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Sinos.

Os dois moravam juntos e não tinham filhos. O próprio PM chamou a polícia. A vítima, identificada como Thaiane de Oliveira, levou um tiro na altura do peito. Ela foi socorrida ainda com vida e levada a um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Conforme o coronel Konarzewski, o companheiro entrou em surto e está internado no Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre. Ele ainda será ouvido formalmente pela polícia. A arma, que era usada em serviço, foi apreendida.

Um Inquérito Policial Militar foi instaurado para apurar as circunstâncias do crime.

Polícia Civil investiga

O caso também está sendo investigado pela Polícia Civil, que já ouviu os pais da vítima e a irmã. A família relatou que os dois já haviam sido casados, mas se separaram em meados de 2014. O casal reatou em dezembro de 2018.

Conforme a Polícia Civil, Thaiane nunca registrou ocorrência de agressão física ou verbal contra o companheiro. Também não havia relatado à família ser vítima de violência doméstica. A delegada responsável pelo caso ainda irá ouvir amigas da mulher e policiais militares que atenderam a ocorrência.

Como está internado, em estado de choque, o soldado da Brigada Militar ainda não prestou depoimento.

Fonte: G1/RS

Notícias Relacionadas

  • IJUÍ: Suspeito é investigado por ad...

    21 de outubro de 2021
  • Desarticulada quadrilha que furtava...

    18 de outubro de 2021
  • Caminhão cai em rio no interior de ...

    17 de outubro de 2021
  • Polícia Civil prende preventivament...

    17 de outubro de 2021

NOTÍCIAS

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados