Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Confusão interrompe sessão na Câmara de Vereadores que debate exigência de passaporte vacinal em Porto Alegre   I    Réus por assassinato de contadora desaparecida no noroeste do RS irão a júri   I    PRF prende 3 traficantes com quase 800 quilos de maconha em Santa Maria   I    Homem é denunciado por adotar e matar gatos na região   I    A pedido do MPRS, justiça determina interdição de Casa de Repouso por maus tratos a idosos em São Luiz Gonzaga
29 de março de 2019

Mulher é morta a facadas no interior de Vale do Sol, e ex-companheiro é preso

Uma mulher foi morta a facadas na manhã desta quinta-feira (28) no interior do município de Vale do Sol, no Vale do Rio Pardo, interior do Rio Grande do Sul. A vítima foi identificada pela polícia como Jaqueline Ritzel, de 23 anos. O ex-companheiro dela, de 36 anos, foi preso em flagrante pela Brigada Militar.

De acordo com o delegado Marcelo Chiara, que responde pela delegacia do município, a mãe da vítima relatou que ela, a filha e o ex-genro tomavam chimarrão dentro de casa e conversavam normalmente, quando, de repente, ela percebeu que o homem puxou Jaqueline pelos cabelos até o pátio da residência.

“Segundo a mãe, não houve uma discussão anterior. Ele a arrancou pelos cabelos, levou ela para o pátio, e a mãe só ouviu os gritos”, conta o delegado.

Na sequência, segundo a Polícia Civil, o padrasto da jovem, que havia saído, chegou em casa e flagrou o homem fugindo, correndo, com uma faca na mão. A mãe, que saiu para socorrer a filha, disse à polícia que viu a mesma cena. Jaqueline não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada da ambulância.

Segundo o delegado, a jovem foi morar com a mãe após ter se separado do companheiro.

“Pelo relato da mãe, a filha já tinha reclamado de outras situações, de ter sido vítima de agressões físicas, mas não houve registro junto à polícia”, afirma Chiara.

A Brigada Militar conseguiu localizar o homem na beira de uma estrada, perto de uma propriedade rural. De acordo com o delegado, o suspeito se entregou e confessou ter cometido o crime aos policiais militares. “Teria alegado que estava tentando reatar”, relata o delegado.

Ele apontou o local onde havia deixado a faca, que foi periciada e apreendida, segundo a polícia. Na delegacia, o ex-companheiro de Jaqueline preferiu permaneceu em silêncio. O delegado pedirá ao Judiciário a prisão preventiva do suspeito, que tem antecedentes por furto e posse de drogas.

“Ele será indiciado por feminicídio majorado, pelo fato de ter acontecido na presença da mãe, o que aumenta a pena”, explica Chiara.

Faca que teria sido utilizada no crime foi periciada — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Faca que teria sido utilizada no crime foi periciada — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Fonte: G1/RS

Notícias Relacionadas

  • IJUÍ: Suspeito é investigado por ad...

    21 de outubro de 2021
  • Confusão interrompe sessão na Câmar...

    21 de outubro de 2021
  • Réus por assassinato de contadora d...

    21 de outubro de 2021
  • PRF prende 3 traficantes com quase ...

    21 de outubro de 2021

NOTÍCIAS

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados