Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Boate Kiss: Sobrevivente da tragédia se especializou em prevenção de incêndio e casou com enfermeira que cuidou dele   I    Veículo capota no interior de Ajuricaba   I    Família procura menina de 12 anos desaparecida em Catuípe   I    Após furto de veículo, ladrões são presos pela Brigada Militar em Catuípe   I    Patrola cai em açude no interior de Crissiumal
25 de junho de 2018

Mulher assassinada em Santo Augusto tinha duas filhas

Bruna Daniele Pereira. 29 anos. Mãe de duas crianças, duas meninas, de um e oito anos, respectivamente. Elas vão crescer sem a presença da mãe, assassinada na madrugada desta segunda-feira, 25. Ao que tudo indica crime passional, disse a polícia, que investiga, mas, até o momento, não registrou prisões.
Era pouco depois das duas horas da manhã. Fazia frio em Santo Augusto quando pessoas ouviram gritos – nessa altura Bruna era arrastada pelos cabelos pela Avenida Central-, e acionaram a polícia. Poucos minutos depois policiais militares chegaram ao local indicado, mas já não havia mais força para gritos, talvez já não existisse mais vida. Bruna foi socorrida ao Hospital Bom Pastor, mas perdera muito sangue devido aos golpes de arma branca- que perfuraram pescoço e peito. Ela deu entrada na casa de saúde às 02h50min, onde não resistiu aos ferimentos e faleceu.
O autor fugiu. Em redes sociais, familiares lamentaram o ocorrido, pedem por justiça e acusam o ex-companheiro de Bruna, pai de sua filha de um ano. Contra ele, Bruna tinha registrado, em fevereiro deste ano, ocorrência através da qual solicitou à Justiça Medidas Protetivas da Lei Maria Penha e foi atendida. Na teoria, ele era proibido de se aproximar dela. Na manhã de hoje ele foi procurado pela Polícia para prestar esclarecimentos, mas não foi localizado.
Familiares informaram à Rádio Querência que a relação entre ambos “era perturbadora e que estavam separados há alguns meses […] Ele bebia muito e batia muito nela e quando isso acontecia, ela procurava refúgio na casa de parentes, porém, acabava voltando para ele novamente”, disseram.
Para a família a situação se torna ainda mais difícil. Bruna é a segunda, dos três filhos de Dona Vânia, morto em Santo Augusto. O filho mais novo, Marlon Pereira, foi assassinado a golpes de faca em dezembro de 2016.
O delegado, Roberto Audino, informou que a Polícia Civil realiza diligências para buscar elucidar o crime – primeiro homicídio do ano no município. Na delegacia, testemunhas, que estiveram com Bruna antes do ocorrido, em um baile, estão sendo ouvidas.
Após a constatação do óbito, o corpo foi encaminhado para o IML de Três Passos onde passou por necropsia. O velório ocorre na sede do bairro Santo Antônio.

Fonte: Rádio Querência

Santo Augusto Urgente

Notícias Relacionadas

  • Homem é preso em Santo Augusto após...

    29 de outubro de 2021
  • Integrante do Grupo Styllus de Sant...

    29 de outubro de 2021
  • VÍDEO: Duas pessoas são atropeladas...

    27 de outubro de 2021
  • Justiça condena padre por mentir em...

    25 de outubro de 2021

NOTÍCIAS

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados