Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Subiu para 35 o número de pacientes com Covid-19 que morreram em Santa Catarina enquanto aguardavam por leitos especializados para a doença, seja em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ou enfermaria. As mortes ocorreram de fevereiro até esta terça-feira (2), segundo assessoria de hospitais e de prefeituras de cidades do Oeste e o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-SC). Até a publicação desta reportagem, às 19h14, o G1 havia confirmado a morte de 28 pacientes no estado esperando por um leito. Porém, às 20h o Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, confirmou mais sete vítimas, sem detalhar o dia de fevereiro em que ocorreram as mortes. O número total de vítimas foi atualizada às 20h30. Os hospitais destacaram que, mesmo quando não há vaga em UTI, as pessoas que chegam às unidades hospitalares recebem atendimento, mesmo em outras alas. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou nesta terça que deve transferir pacientes para o Espírito Santo. Segundo a pasta, os pacientes devem ser transportados individualmente, em dois voos diários, para uma unidade de saúde na região metropolitana de Vitória onde foram disponibilizados 16 leitos. Esta é a primeira vez, desde o início da pandemia, que Santa Catarina transfere pacientes com Covid-19 para outros estados. A maioria dessas mortes de pacientes à espera de leitos para Covid ocorreu na região Oeste. Em Chapecó, 12 pessoas morreram em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), onde aguardavam transferência para hospitais, segundo a prefeitura. Em Xanxerê, foram 15 mortes no Hospital Regional São Paulo. As três vítimas mais recentes foram uma mulher de 39 anos sem comorbidades; um idoso de 61 anos; e uma mulher de 61 anos que estava internada desde 22 de fevereiro. Todos estavam na emergência aguardando um leito de UTI. Houve seis mortes de pacientes que aguardavam transferência no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste. A unidade informou que as pessoas que não conseguiram vagas eram tratadas no pronto-socorro e entubadas, se necessário. A morte mais recente ocorreu nesta terça, de um idoso de 72 anos. Em Maravilha, uma mulher de 61 anos que aguardava por um leito de UTI no Hospital São José morreu na madrugada desta terça. Ela morava na cidade vizi...   I    Morador de Três de Maio vai para a UTI com Covid-19 um dia após reclamar de atendimento   I    Morre jovem que havia sido vítima de acidente de moto no centro de Três Passos   I    Padre que assaltou comércio alega momento de loucura e celebrou missa de velório em Passo Fundo horas antes   I    Jovem de 28 anos morre de Covid-19 em Fontoura Xavier um dia após seu avô também falecer pela doença
10 de dezembro de 2017

Incêndio consome Hamburgueria em Panambí

Uma casa de madeira localizada na Rua Josino Lima, centro da Cidade de Panambi, onde funcionava a Hamburgueria Urban de propriedade de Ruan Rocha, foi totalmente destruída por um incêndio de grandes proporções registrado por volta das 5h da manhã deste domingo.
Os bombeiros tiveram que fazer o uso de dois caminhões para tentar controlar as chamas, mas a casa foi totalmente consumida pelo fogo.
Houve necessidade de trabalho de rescaldo nos imóveis localizados próximos para evitar que o fogo se alastrasse.
Moradores residentes ao lado do imóvel atingido pelo sinistro tiveram que ser evacuados.
Além da casa, todo o equipamento de cozinha, moveis, aparelho de TV e outros objetos que estavam o interior do imóvel foram destruídos pelo fogo.
Em entrevista exclusiva para o repórter Renato Bueno da Rádio Sulbrasileira, o proprietário do empreendimento, Ruan Rocha, disse que, por volta das 5h ele foi acordado pelo chamado do celular que estava conectado ao alarme da hamburgueria e imediatamente se dirigiu ao local vindo a constatar que se tratava de um princípio de incêndio. Os Bombeiros foram acionados, porém, o fogo se espalhou rapidamente, e por se tratar de uma casa de madeira o imóvel foi totalmente destruído. Também foram queimados todos os moveis e equipamentos da cozinha da Hamburgueria . O proprietário ainda não tem um valor aproximado dos prejuízos causados pelo fogo,

Por sua vez, os Bombeiros informaram que para atender este incêndio que destruiu a casa de cerca de 96 metros quadrados construída toda de madeira, foram utilizados dois caminhões tanques, um ligado diretamente ao hidrante, trabalho realizado por três soldados e pelo comandante da Corporação Sargento Dalson Veiga.
O trabalho de rescaldo terminou as 8h20 da manhã deste domingo sendo utilizados em torno de 15 mil litros de água.

Fonte: Rádio Sul Brasileira
Santo Augusto Urgente

Notícias Relacionadas

  • Idosa de Inhacorá vai a óbito enqua...

    3 de março de 2021
  • Subiu para 35 o número de pacientes...

    3 de março de 2021
  • Jovem de 28 anos morre de Covid-19 ...

    2 de março de 2021
  • Médico de Toledo é espancado após a...

    1 de março de 2021

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados