Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Subiu para 35 o número de pacientes com Covid-19 que morreram em Santa Catarina enquanto aguardavam por leitos especializados para a doença, seja em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ou enfermaria. As mortes ocorreram de fevereiro até esta terça-feira (2), segundo assessoria de hospitais e de prefeituras de cidades do Oeste e o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-SC). Até a publicação desta reportagem, às 19h14, o G1 havia confirmado a morte de 28 pacientes no estado esperando por um leito. Porém, às 20h o Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, confirmou mais sete vítimas, sem detalhar o dia de fevereiro em que ocorreram as mortes. O número total de vítimas foi atualizada às 20h30. Os hospitais destacaram que, mesmo quando não há vaga em UTI, as pessoas que chegam às unidades hospitalares recebem atendimento, mesmo em outras alas. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou nesta terça que deve transferir pacientes para o Espírito Santo. Segundo a pasta, os pacientes devem ser transportados individualmente, em dois voos diários, para uma unidade de saúde na região metropolitana de Vitória onde foram disponibilizados 16 leitos. Esta é a primeira vez, desde o início da pandemia, que Santa Catarina transfere pacientes com Covid-19 para outros estados. A maioria dessas mortes de pacientes à espera de leitos para Covid ocorreu na região Oeste. Em Chapecó, 12 pessoas morreram em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), onde aguardavam transferência para hospitais, segundo a prefeitura. Em Xanxerê, foram 15 mortes no Hospital Regional São Paulo. As três vítimas mais recentes foram uma mulher de 39 anos sem comorbidades; um idoso de 61 anos; e uma mulher de 61 anos que estava internada desde 22 de fevereiro. Todos estavam na emergência aguardando um leito de UTI. Houve seis mortes de pacientes que aguardavam transferência no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste. A unidade informou que as pessoas que não conseguiram vagas eram tratadas no pronto-socorro e entubadas, se necessário. A morte mais recente ocorreu nesta terça, de um idoso de 72 anos. Em Maravilha, uma mulher de 61 anos que aguardava por um leito de UTI no Hospital São José morreu na madrugada desta terça. Ela morava na cidade vizi...   I    Morador de Três de Maio vai para a UTI com Covid-19 um dia após reclamar de atendimento   I    Morre jovem que havia sido vítima de acidente de moto no centro de Três Passos   I    Padre que assaltou comércio alega momento de loucura e celebrou missa de velório em Passo Fundo horas antes   I    Jovem de 28 anos morre de Covid-19 em Fontoura Xavier um dia após seu avô também falecer pela doença
19 de fevereiro de 2020

Grávida é morta a facadas, e suspeito é preso em Ijuí

Uma grávida de 25 anos foi morta a facadas, na terça-feira (18), em Ijuí, no Noroeste do estado. O suspeito, um homem de 22 anos, foi preso em flagrante pela Brigada Militar e encaminhado à penitenciária.

De acordo com o delegado Maurício Arlei Posselt, da 1ª Delegacia de Polícia, ambos eram usuários de drogas e tiveram uma desavença no bairro São Paulo, onde o suspeito morava. Eles teriam se desentendido, por volta das 17h, e o homem teria atingido a vítima com uma faca.

“Não tinham relação anterior, não eram namorados, nada. Discutiram por alguma coisa, que teremos que apurar, e acabou golpeando”, afirma o delegado.

Por este motivo, a polícia trata do caso como homicídio e não como feminicídio.

“Teria que ter vinculação com o gênero, se ele matou em razão de ela ser mulher. Nos parece que não foi isso. Se fosse um homem, teria feito a mesma coisa.”

Conforme informações preliminares obtidas pela polícia, ela estava em gestação de cerca de seis meses. Os investigadores aguardam o laudo do Instituto Geral de Perícias para determinar o tempo de gravidez.

Outras duas mortes em Ijuí

A morte de outras duas pessoas, no mesmo dia, também é investigada pela polícia de Ijuí. Dois homens foram baleados, no bairro Storch, por volta das 21h30, por uma dupla que estava em uma motocicleta.

Uma arma foi encontrada junto às vítimas, identificadas como Samir André Heinemann, de 36 anos, e Américo Santos do Santos, de 38 anos.

A polícia não informou quais as circunstâncias das mortes e se as vítimas tinham antecedentes criminais.

Com isso, são seis mortes por homicídio em Ijuí nos primeiros 50 dias do ano. Em todo 2019, foram 12 homicídios.

Fonte: G1/RS

Fotos: Repórter Janio Fernandes

Notícias Relacionadas

  • Idosa de Inhacorá vai a óbito enqua...

    3 de março de 2021
  • Subiu para 35 o número de pacientes...

    3 de março de 2021
  • Padre que assaltou comércio alega m...

    3 de março de 2021
  • Jovem de 28 anos morre de Covid-19 ...

    2 de março de 2021

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados