Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Indígena é encontrada morta com o corpo dilacerado em Redentora   I    Menino morto pela mãe em Imbé era obrigado a escrever frases ofensivas em caderno, diz polícia   I    Miraguaí: Salão de comunidade do interior do município é alvo de furto e vandalismo   I    Em poucas horas três acidentes envolvendo motocicletas são registrados em Ijuí   I    Mulher esfaqueia companheiro em Ijuí
22 de junho de 2021

Ex-patrão diz que Lázaro não levantava suspeitas e só será preso caso se entregue: ‘É ágil, astuto e conhece a mata’

O advogado Wesley Lacerda, dono de uma fazenda onde Lázaro Barbosa trabalhou em 2018, disse que o fugitivo não levantava suspeitas e que só será preso caso se entregue. O ex-patrão afirmou ainda que ele demonstrava ser um homem calado, “bom de serviço” e que cumpria as ordens. Uma força-tarefa busca há 14 dias por Lázaro após uma chacina em Ceilândia, no DF.

“Lázaro não tinha nenhuma atitude suspeita. Ele era trabalhador, bom de serviço, um homem calado, que cumpria as ordens. Ele é ágil, astuto e conhece a mata. A minha impressão é que ele só será pego quando quiser ou se desistir”, disse Wesley.

Em 2018, ele foi visitar a mãe. É comum a gente contratar pessoas para prestar serviços, como para limpar o pasto, que é um serviço braçal. E a mãe dele falou que ele era bom nisso e ele prestou serviço lá umas quatro vezes”, disse.

No começo deste ano, Wesley conta que a mãe de Lázaro decidiu retornar a Goiás e pediu para voltar a trabalhar no local, há cerca de quatro meses, mas acabou pedindo demissão novamente após Lázaro começar a ser procurado pela polícia por suspeita de matar uma família em Ceilândia.

Durante o período que eles voltaram a trabalhar na fazenda, Lázaro não foi visto por lá, segundo Wesley.

“Uma semana antes da chacina no DF a polícia já procurava por Lázaro, por outros crimes. Eles foram até a fazenda e falaram com a mãe dele. Mas, quando as buscas começaram a ficar intensas, depois da chacina, eles ficaram temerosos e pediram demissão para voltar à Bahia”, explicou.

14º dia de buscas

 

O trabalho de buscas nas matas de Cocalzinho de Goiás entraram no 14º dia seguido nesta terça-feira, por volta de 8h. Os agentes passaram a contar com rádios comunicadores que têm um alcance de até 30km, além de helicópteros, cães e drones com visão noturna e térmica.

Na segunda-feira (21), uma moradora denunciou que viu um homem, parecido com o fugitivo, passar por uma propriedade rural. Segundo ela, ele estava mancando.

Policiais e bombeiros com cães farejadores acompanharam a mulher para fazer uma verificação na área.

Carro queimado

Policiais encontraram um carro queimado na manhã desta terça-feira às margens de uma estrada de chão que dá acesso à Gruta dos Ecos, região onde acontece buscas por Lázaro.

O carro, um Corsa Classic, ficou totalmente destruído pelas chamas. Até as 14h50, ainda havia pequenos focos de fumaça no local.

A Polícia Técnico Científica fez uma perícia no veículo e no local, por cerca de uma hora, na tarde desta terça, a fim de descobrir se ele foi usado pelo fugitivo.

Cronologia da fuga

 

9 de junho : Lázaro invadiu uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), onde matou a tiros e a facadas um casal e dois filhos. Roubou a chácara após o assassinato da família. Ele teria rendido o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele;

11 de junho de 2021: Lázaro fugiu para Cocalzinho de Goiás logo em seguida.

12 de junho de 2021: Ele atirou em quatro pessoas, invadiu fazendas e colocou fogo em uma casa ao fugir da polícia. Os feridos foram levados a hospitais da região, sendo que dois estavam em estado grave até sábado (19).

13 de junho (domingo): Furtou um carro e o abandonou na BR-070 após avistar uma barreira policial, dando sequência à fuga para uma mata.

14 de junho : Caseiro de Cocalzinho de Goiás disse à polícia que atirou em Lázaro Barbosa após ele falar que ia entrar na casa (veja o vídeo abaixo). Chacareiro relatou que ele fugiu depois de ser atingido. Lázaro foi filmado no curral de uma fazenda entre os distritos de Edelândia e Girassol. A polícia acredita que ele passou a noite no local. O caseiro diz que o homem pediu comida e em seguida fugiu para a mata;

15 de junho: Dois policiais militares de Goiás foram baleados durante buscas do suspeito. Delegado diz que Lázaro fez casal e adolescente reféns em Edelândia. Uma parente da família relatou os momentos de pânico;

16 de junho: Lázaro Barbosa foi visto por um morador em uma área rural.

17 de junho: a polícia retomou as buscas em matas da região e mudou a base de operação pela segunda vez. Houve nova troca de tiros e secretário de segurança pública acredita que ele esteja ferido;

18 de junho: durante buscas o secretário de segurança pública disse que acredita ter visto Lázaro. Segundo PRF, ele foi visto em um chiqueiro durante a tarde, mas fugiu novamente para vegetação;

19 de junho (sábado): a houve uma grande movimentação de policiais na região de Águas Lindas, depois que um morador afirmou ter visto Lázaro em uma gruta da região. No mesmo dia, a cadela que atuou nas buscas pelas vítimas da tragédia de Brumadinho chegou a Cocalzinho de Goiás;

20 de junho (domingo): as buscas por ele foram intensificadas por policiais civis, militares e federais. Foram usadas três aeronaves e cinco cães farejadores na caçada.

21 de junho (segunda-feira): Pela manhã uma moradora denunciou que viu um homem, parecido com o fugitivo, passar por uma propriedade rural. Policiais e bombeiros com cães farejadores acompanharam a mulher para fazer uma verificação na área. Militares de vários batalhões vasculharam casas rurais em busca de pistas e rastros que Lázaro possa ter deixado;

22 de junho (terça-feira): policiais retomam buscas por Lázaro e recebem rádios comunicados do Exército Brasileiro com alcance de 30km.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas

  • Identificada indígena encontrada mo...

    4 de agosto de 2021
  • Menino morto pela mãe em Imbé era o...

    4 de agosto de 2021
  • Miraguaí: Salão de comunidade do in...

    1 de agosto de 2021
  • Em poucas horas três acidentes envo...

    1 de agosto de 2021

NOTÍCIAS

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados