Criminoso que fugiu de presídio em Pelotas após caminhão derrubar muro é preso no Paraguai – – Santo Augusto Urgente –
Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Ijuiense perde mais de R$ 100 mil reais em golpe do nudes   I    VÍDEO – Casa é consumida pelo fogo em Santo Augusto   I    Cetrat: Liberada lista de mortos no incêndio em Carazinho   I    Diretora é investigada por morder aluno de 4 anos em Tenente Portela   I    Incêndio em centro de tratamento deixa 11 mortos em Carazinho
25 de maio de 2019

Criminoso que fugiu de presídio em Pelotas após caminhão derrubar muro é preso no Paraguai

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul, junto com a polícia paraguaia, prendeu no final da noite de quinta-feira (23), em Ciudad del Este, Anderson Ferreira Goularte, 37 anos, apontado como líder da maior facção criminosa que atua no sul do Estado e que estava foragido desde 2016.

Na ocasião, ele teria coordenado a própria fuga e a de mais cinco detentos, quando um caminhão derrubou o muro do presídio de Pelotas. Segundo a polícia, Goularte também teria ordenado, do Paraguai, um triplo homicídio ocorrido no último Dia das Mães no município gaúcho.
O delegado regional de Pelotas, Márcio Steffens, diz que desde domingo um delegado e mais cinco agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da cidade estavam no país vizinho. Após investigação de vários meses, eles conseguiram localizar e prender o foragido, que não resistiu à prisão.

— Mesmo de lá (do Paraguai), ele comandava o tráfico, as execuções e os demais crimes na região aqui de Pelotas — diz Steffens.

Um dos crimes teria sido o triplo homicídio ocorrido neste mês. Duas mulheres e um homem foram executados, e o motivo seria passional.

De acordo com Steffens, as vítimas eram ex-cunhados de Goularte, sem antecedentes criminais, e teriam desavenças com ele. Os três foram mortos quando chegavam na casa de um parente para a comemoração do Dia das Mães.

A polícia diz que o preso tem vários antecedentes por latrocínio, homicídios e tráfico de drogas. Em um dos casos, foi condenado a 54 anos, três meses e três dias de prisão. Além disso, ele é investigado por dezenas de homicídios – teria participado ou dado ordens.

Goularte será transferido nesta sexta-feira (24) para o Rio Grande do Sul. Os outros cinco comparsas que fugiram com ele do presídio de Pelotas, em agosto de 2016, já haviam sido recapturados e estão na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc).

Fonte: GaúchaZH

Notícias Relacionadas

  • Justiça nega recurso para novo exam...

    28 de junho de 2022
  • Ijuiense perde mais de R$ 100 mil r...

    28 de junho de 2022
  • VÍDEO – Casa é consumida pelo...

    26 de junho de 2022
  • Cetrat: Liberada lista de mortos no...

    24 de junho de 2022

NOTÍCIAS

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados