Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Polícia investiga posto de combustíveis por cobrar serviço não solicitado por cliente em Cachoeirinha   I    Assalto a mão armada com uso de reféns é registrada em Iraí   I    Polícia flagra motorista com agrotóxicos argentinos em Ijuí   I    Ciclone Yakecan já deixa um morto e um desaparecido   I    Familiares identificam jovem vítima de acidente de motocicleta em Bozano.
13 de outubro de 2021

Com influência do feriado, Brasil vê média móvel de mortes ir abaixo de 400 após 11 meses

O Brasil registrou nesta terça-feira (12) 176 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 601.442 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 367 –a menor registrada em exatos 11 meses, desde 12 de novembro de 2020 (quando estava em 365). Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -32% e aponta queda pelo terceiro dia seguido.

A forte queda apontada tem influência do feriado estendido de Nossa Senhora Aparecida. Devido às equipes reduzidas trabalhando nos municípios, os números de casos e mortes registrados no sistema nacional ficam abaixo do normal e apontam uma queda maior que a esperada. Para efeito de comparação, na terça-feira passada (sem feriado) foram 686 mortos em 24 horas. Por isso, os números dos próximos dias devem vir elevados devido ao represamento.

Sob essa mesma influência, a média móvel de casos ficou abaixo da marca de 13 mil, a menor registrada desde maio de 2020 (veja detalhes mais abaixo).

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta terça. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Veja a sequência da última semana na média móvel:

  • Quarta (6): 464
  • Quinta (7): 438
  • Sexta (8): 457
  • Sábado (9): 447
  • Domingo (10): 437
  • Segunda (11): 440
  • Terça (12): 367

 

Em 31 de julho, o Brasil voltou a registrar média móvel de mortes abaixo de 1 mil, após um período de 191 dias seguidos com valores superiores. De 17 de março até 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média móvel acima de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril.

Sete estados (AM, SE, RO, CE, PI, RN, PB) apresentam alta de mortes. Dois (AP e RR) não registraram novos óbitos nesta terça. RR também não registrou novos casos.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia, 21.588.245 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 7.151 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi 12.759 novos diagnósticos por dia –a menor marca registrada desde 18 de maio de 2020 (quando estava em 12.397). Isso representa uma variação de -22% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica queda nos diagnósticos.

Em seu pior momento a curva da média móvel nacional chegou à marca de 77.295 novos casos diários, no dia 23 de junho deste ano.

Brasil, 12 de outubro

 

  • Total de mortes: 601.442
  • Registro de mortes em 24 horas: 176
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 367 (variação em 14 dias: -32%)
  • Total de casos confirmados: 21.588.245
  • Registro de casos confirmados em 24 horas: 7.151

Média de novos casos nos últimos 7 dias: 12.759 (variação em 14 dias: -22%)

Estados

  • Em alta (7 estados): AM, SE, RO, CE, PI, RN, PB
  • Em estabilidade (3 estados): AC, ES, GO
  • Em queda (16 estados e o DF): DF, PE, MA, BA, MG, RJ, RS, AL, PR, SC, MS, MT, PA, TO, SP, AP, RR

 

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás. Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Vacinação

 

O Brasil tem 99.958.396 pessoas que tomaram a segunda dose ou a dose única de imunizantes contra Covid-19, o que equivale a 46,86% da população com o esquema vacinal completo, segundo dados também reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa.

Os que tomaram a primeira dose e estão parcialmente imunizados são 149.805.979 pessoas, o que corresponde a 70,23% da população. Já a dose de reforço foi aplicada em 2.468.883 de pessoas.

Somando a primeira dose, a segunda, a única e a de reforço, são 252.233.258 doses aplicadas desde o começo da vacinação, em janeiro de 2021.

Fonte: G1 RS

Notícias Relacionadas

  • Ciclone Yakecan já deixa um morto e...

    17 de maio de 2022
  • Familiares identificam jovem vítima...

    15 de maio de 2022
  • Acidente com vítima fatal na BR 285...

    15 de maio de 2022
  • Identificado vítima do acidente de ...

    14 de maio de 2022

NOTÍCIAS

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados