Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    “Operação Angico” um sucesso, dinheiro recuperado, prisões e dois bandidos mortos   I    Colisão entre carro e moto causa uma morte em Tenente Portela   I    Brigada Militar prende o líder da quadrilha do assalto a agência bancária em Alpestre   I    PM morre atropelado por criminosos que arremessavam objetos para dentro de presídio em Erechim   I    7° BPM segue apoiando os órgãos municipais no controle de aglomerações
3 de outubro de 2020

Bugio invade casa e fica 24 horas na sala de família em Alegrete

Um bugio invadiu uma casa e ficou durante cerca de 24 horas na sala de uma família em Alegrete, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.

De acordo com os moradores, o animal entrou no local às 12h de quarta-feira (30) e só foi resgatado às 11h de quinta (1). Ele teria se assustado com os cachorros e se abrigou na sala da casa.

“Entrou e ficou debaixo de uma mesinha no canto. Ficou praticamente mais de 24 horas dentro de casa”, conta o autônomo Daniel Machado.

A família entrou em contato com a Polícia Ambiental para realizar o resgate do animal, mas a corporação admitiu falta de efetivo. A alegação foi de que os cinco agentes responsáveis pela cidade de Alegrete estariam deslocados para operações em outros municípios.

Já o Corpo de Bombeiros informou na primeira ligação que estava em atendimento, e por isso orientou que os moradores procurassem a Polícia Ambiental.

“Nós ficamos atados porque como nós iríamos tirar um animal silvestre sem ter sequer uma maneira de tirar ele. Não tínhamos orientação nenhuma”, conta o comerciário Wladmir Araújo.

O Corpo de Bombeiros só foi avisado que o animal continuava na casa na manhã de quinta, quando deslocaram pra fazer o resgate. Chegando no local, o animal fugiu para a mata próxima da casa.

O bairro Vila Nova, onde fica a casa da família, é cercado pela vegetação do Rio Ibirapuitã, onde os bugios vivem. Segundo os moradores, é comum a convivência com os animais, já que o local é repleto de árvores frutíferas.

Mas de acordo com eles, a invasão foi inédita. “Eu sempre vejo os bichos por aí tudo, mas nada de machucar né. Só dentro de casa que não (risos)”, diz Daniel.

O aposentado Rui de Paula Sousa também mora na Vila Nova e é conhecido como “Rui dos Bugios”. Há mais de 30 anos ele convive com os animais que moram na mata que fica nos fundos de casa.

Fonte: G1RS
Foto: Daniel Machado

Notícias Relacionadas

  • PM morre atropelado por criminosos ...

    7 de março de 2021
  • 7° BPM segue apoiando os órgãos mun...

    7 de março de 2021
  • Agricultora morre após descarga elé...

    5 de março de 2021
  • Aos 63 anos morre por Covid preside...

    5 de março de 2021

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados