Após acidente, PM relata atendimento negado por estar sem carteira do plano de saúde em Caxias do Sul – – Santo Augusto Urgente –
Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Patrola cai em açude no interior de Crissiumal   I    Instrutor de trânsito de 37 anos morre em Três Passos   I    Homem morre em acidente entre carro e carreta na BR-290   I    Idoso morre após ser atropelado por caminhão em Palmeira das Missões   I    Polícia prende três mulheres suspeitas de ‘golpe dos nudes’
17 de junho de 2019

Após acidente, PM relata atendimento negado por estar sem carteira do plano de saúde em Caxias do Sul

O policial militar Márcio Leite Fernandes, 46 anos, teve que aguardar pelo menos 30 minutos para ser avaliado por um médico na noite de sexta-feira (14), após cair de moto em Caxias do Sul, na Serra do Rio Grande do Sul. Boletim de ocorrência aponta que o PM não foi atendido até que colegas buscassem a carteira do plano de saúde na casa dele.

O acidente aconteceu na Avenida Rubem Bento Alves, próximo ao bairro São José, por volta das 20h40. Não houve outro veículo envolvido.

Fernandes, que estava de folga, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao Pronto Atendimento do Hospital Pompéia.

Entretanto, segundo boletim de ocorrência registrado por um colega que o acompanhou ao hospital, a médica plantonista teria negado atendimento imediato porque o paciente estava sem a carteirinha do Instituto de Previdência Estadual (IPE), com o qual servidores do estado têm convênio médico.

Ainda conforme o registro, a orientação era para que colocassem o paciente novamente na ambulância e o transferissem para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Zona Norte.

“Quando cheguei ao hospital, estava tonto, sem saber direito o que acontecia. Não enxergava nada porque tinha muito sangue nos meus olhos. Ouvi muita discussão dos colegas com o pessoal do atendimento”, lembra Fernandes.

O policial militar pôde ser avaliado depois que colegas foram até a casa dele, no bairro Santa Corona, distante cerca de 6 km do hospital, para buscar a carteirinha do plano. Fernandes teve fratura nos ossos da órbita do olho direito e cortes profundos próximos ao mesmo olho, além do queixo. Ele usava um capacete de modelo aberto.

Após finalmente receber cuidados, o policial foi liberado. “Espero que melhore essa burocracia no atendimento de pessoas que chegam ao Pronto-Socorro do Pompéia. Por sorte tive meus colegas para me ajudarem naquele momento. E se não tivesse?”, indaga.

O administrador de plantão do Hospital Pompéia, Francisco Ferrer Filho, afirmou que o atendimento foi realizado normalmente. Disse que a orientação no momento do acolhimento dos pacientes é pelo atendimento rápido, e que não existe elemento que indique que o mesmo foi negado.

Fonte: G1/RS

Notícias Relacionadas

  • Após furto de veículo, ladrões são ...

    28 de novembro de 2021
  • Patrola cai em açude no interior de...

    28 de novembro de 2021
  • Instrutor de trânsito de 37 anos mo...

    26 de novembro de 2021
  • Homem morre em acidente entre carro...

    25 de novembro de 2021

NOTÍCIAS

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

    Entre em contato conosco



      (55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
      Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados